fbpx

Notícias

Professor da Fazu participa de simpósio sobre o uso eficiente de fertilizantes e inicia projeto na LC Pecuária

//
Comentário0
/
Categorias,

O professor da Fazu (Faculdades Associadas de Uberaba), Adilson de Paula Almeida Aguiar, esteve no Estado do Pará para participar do IX Simpósio Regional IPNI Brasil sobre Boas Práticas para Uso Eficiente de Fertilizantes – BPUFs e iniciar projeto na empresa LC Pecuária. As atividades aconteceram entre os dias 29 de agosto e 02 de setembro.

De acordo com o Prof. Adilson, entre os dias 29 e 31 de agosto, ele participou do IX Simpósio Regional IPNI Brasil Sobre Boas Práticas para Uso Eficiente de Fertilizantes – BPUFs realizado em Paragominas, no Pará, no auditório do Sindicato Rural, localizado dentro do parque de exposições. Adilson Aguiar participou de todo o evento como ouvinte e ministrou a palestra com o tema “BPUFs em Pastagem”, no dia 31, de 8h às 9h e após a palestra respondeu por 30 minutos às perguntas dos participantes.

O Prof. Adilson afirma que ao todo foram 13 palestras ministradas por pesquisadores da EMBRAPA (EMBRAPA Soja, de Londrina, Paraná; EMBRAPA Cocais, de Balsas, Maranhão, EMBRAPA Melhoramento por Satélite, de Campinas/SP), do próprio IPNI, e por professores/pesquisadores de universidades e faculdades (das Universidades Estaduais de Ponta Grossa, Paraná; de São Paulo, FZEA/USP e ESALQ/USP; da Universidade de Rondônia, Campus de Rolim de Moura, e a Fazu, representada pelo Prof. Adilson. “Participaram do simpósio 84 participantes a maioria técnicos agrícolas e engenheiros agrônomos dos Estados do Pará e do Maranhão”, conta.

O International Plant Nutrition Institute (IPNI) iniciou suas atividades em janeiro de 2007, em sequência ao programa desenvolvido pelo Potash and Phosphate Institute – PPI, e atualmente tem programas ativos na África, América Central, América Latina, América do Norte, Ásia (Central, Sul e Sudeste), Austrália/Nova Zelândia, China e Europa Oriental/Oriente Médio. “O IPNI é uma organização sem fins lucrativos dedicada a desenvolver e promover informações científicas sobre o manejo responsável dos nutrientes das plantas (N, P, K, Ca, Mg, S e micronutrientes) para o benefício da família humana”, ressalta Adilson.

Segundo o Prof. nos dias 01 e 02 de setembro ele realizou a primeira visita ao projeto de pecuária de corte da empresa LC Pecuária, localizada no município de Aurora do Pará. “Como é de procedimento padrão ao iniciar um novo projeto realizo uma visita a propriedade pela primeira vez para inventariar todos os recursos disponíveis e com base neste inventário emito um diagnóstico da situação atual e do potencial daquela propriedade”, explica.

A propriedade pertence a um grupo de empresários de Belo Horizonte/MG e possui uma área total de 9.813 hectares, sendo 4.942 hectares uteis e desenvolve um projeto de recria e engorda de bovinos machos.  “No último dia da visita foi apresentado o inventário, o diagnóstico e uma proposta de projeto para os gerentes de produção e administrativo da empresa. O gerente administrativo é o Zootecnista Thiago Costa, que está cursando a Pós-graduação em Manejo da Pastagem na Fazu, integrante da 10ª turma. Foi por meio da Pós que conheci o Thiago e fui convidado por ele a fazer o diagnóstico da LC Pecuária”, afirma Aguiar.

Deixe uma resposta