Notícias

Professor da Fazu orienta projetos de produção de leite e de carne bovina em pasto no Goiás

//
Comentário0
/

O professor da Fazu (Faculdades Associadas de Uberaba), Adilson de Paula Almeida Aguiar, esteve entre os dias 22 e 26 de maio, trabalhando no estado de Goiás em projetos de produção de leite e de carne bovina em pasto.

BR Milk – Fazenda Larga

Segundo informações do professor, entre os dias 22 e 24 de maio, ele trabalhou, pela primeira vez, no projeto da BR Milk, na Fazenda Larga, no município de Formosa/GO. A visita foi para fazer o inventário de recursos com base no qual emitiu o diagnóstico da situação atual e da potencial do projeto.

“A Fazenda Larga tem uma área total de 1.174 hectares dos quais 823 ha são úteis. Da área útil ,180 ha são irrigados por 4 pivôs centrais. Atualmente, 60 ha irrigados por 2 pivôs estão cultivados com capim-tifton 85 para vacas em lactação, os outros pivôs são cultivados com cultivos de soja e milho”, afirma.

Os 2 pivôs explorados com pastagens estão modulados cada um em 20 piquetes divididos por cercas elétricas para o pastoreio de lotação rotacionada, com bebedouro em cada piquete. As pastagens em sequeiro (não irrigadas) são exploradas para as categorias de cria e recria de fêmeas leiteiras para a reposição.

“O projeto é relativamente novo, teve início com a compra de fêmeas leiteiras (bezerras e novilhas) em 2015. No dia 23 de maio, o rebanho estava composto por 896 cabeças de todas as categorias. A meta dos proprietários é alcançar um rebanho com 1.000 vacas em lactação em uma área de 80 ha de pastagens de capim-tifton 85 irrigadas por pivôs centrais sendo suplementadas apenas com concentrados para um volume de produção de 15.000 litros por dia”, afirma o professor Adilson Aguiar.

A produção atual estava em 2.052 litros com 216 vacas em lactação. Nesta etapa, além do inventário de recursos e do diagnóstico, o professor Adilson fez orientações para o manejo do pastejo, o manejo da fertilidade do solo, o controle de plantas invasoras, a criação de bezerras, a suplementação concentrada.

Fazenda Primavera

O professor Adilson Aguiar, nos dias 24 e 25 de maio, fez a segunda etapa do seu trabalho na Fazenda Primavera, que fica localizada no Município de Santa Rita do Novo Retiro, próximo à cidade de Goianésia, estado de Goiás. A área da propriedade é relativamente pequena para os padrões das fazendas acompanhadas pelo professor, possuindo 300 hectares de área total e, no final do projeto, serão 210 hectares de área útil que será toda explorada com pastagens intensivas com um potencial de chegar a um rebanho de 2.000 a 2.500 animais no período de novembro a maio.

“A atividade que será explorada será a recria e a engorda de bovinos machos em pastagem intensiva com suplementação concentrada. A fazenda foi adquirida recentemente e antes era explorada com o cultivo de cana-de-açúcar para usinas da região. O ponto positivo desta situação é que o proprietário e toda a sua equipe terá a oportunidade de implantar um projeto ideal no sentido de tudo poder ser feito com bases técnicas-cientificas de medidas, dimensionamentos”, conta o professor Adilson.

A primeira etapa do trabalho do professor Adilson neste projeto foi nos dias 06 e 07 de dezembro de 2017 quando ele fez o inventário dos recursos e com base neste emitiu o diagnóstico da situação potencial e com base neste diagnóstico apresentou um projeto para toda a implantação das benfeitorias, edificações, pastagens e como executar o trabalho. Agora, o professor Adilson retornou para acompanhar o andamento da implantação da infraestrutura do projeto.

Deixe uma resposta