fbpx

Notícias

Professor da Fazu orienta projetos das fazendas Combuco e Paiolão

//
Comentário0
/
Categorias

O professor da Fazu (Faculdades Associadas de Uberaba), Adilson de Paula Almeida Aguiar, trabalhou entre os dias 16 e 20 de outubro nos estados de Goiás e do Mato Grosso do Sul.

Fazenda Combuco

Nos dias 16 e 17 de outubro, o professor Adilson Aguiar trabalhou no estado de Goiás na Fazenda Combuco, no município de Israelândia, região oeste do estado, com alguns integrantes da equipe de Gado de Corte da DSM/Tortuga.

“O objetivo deste trabalho foi um treinamento prático do passo a passo para inventariar recursos e emitir diagnóstico de projetos de pecuária e fazer o planejamento de longo, médio e curto prazo com base nos objetivos e metas específicas do pecuarista”, destaca o professor.

O treinamento foi organizado pelo engenheiro agrônomo e especialista em Nutrição de Ruminantes, Lucas Oliveira, que é gerente técnico nacional de Gado de Corte da DSM/Tortuga.

Na tarde do dia 16 de outubro, o professor Adilson Aguiar, juntamente com um dos sócios proprietários e a equipe da DSM/Tortuga, foram a campo para inventariar os recursos da Fazenda Combuco (benfeitorias e edificações, pastagens, manejo do pastejo, plantas infestantes, pragas, rebanho, etc). Na manhã do dia 17 de outubro, Adilson apresentou para o proprietário e a equipe DSM/Tortuga a conclusão do inventário e o diagnóstico. A equipe participou o tempo todo com muitas perguntas e com depoimentos de suas experiências.

O professor Adilson tem prestado serviços para a empresa desde 2012, quando ainda era apenas a Tortuga, ministrando palestras, treinamentos e atendendo clientes da empresa.

Fazenda Paiolão

Nos dias 18 e 19 de outubro, o professor Adilson Aguiar trabalhou no estado de Mato Grosso do Sul na Fazenda Paiolão, no município de Anastácio, região oeste do estado.

“O projeto da Fazenda Paiolão integra lavoura/pecuária com cultivos de soja e milho nas primeira e segunda safra, respectivamente, e uma terceira safra de pastagem de inverno. Na pecuária explora o ciclo completo com cria, recria e engorda. As fases de cria e recria são exploradas em pasto e a da engorda em confinamento. O projeto faz melhoramento genético pelos métodos de seleção pelo programa da Conexão Delta Gen, e cruzamento para a produção de animais ½ sangue Angus/Nelore”, afirma o professor Adilson.

De acordo com Aguiar, a área total soma 6.350 ha, dos quais 4.751 ha são úteis e explorados na safra com 920 ha de cultivos agrícolas e 3.831 ha. No período de entressafra os 4.751 ha são explorados com pastagens. O confinamento tem uma capacidade estática para 2.000 animais.

O objetivo deste primeiro trabalho do professor Adilson foi inventariar os recursos atuais e potenciais da Fazenda Paiolão, e emitir um diagnóstico das condições atual e potencial. Ao fim da apresentação do diagnóstico, o professor Adilson juntamente com os proprietários, integrantes da equipe da fazenda, e dois sócios da CIA Pecuária Assessoria, Caio e Rafael, que assessoram o projeto de pecuária da Paiolão, fizeram um planejamento de curto, médio e longo prazo de acordo com os objetivos e metas dos proprietários.

Deixe uma resposta