fbpx

Notícias

Professor da Fazu orienta projeto de produção de leite com vacas Jersey

//
Comentário0
/

O professor da Fazu (Faculdades Associadas de Uberaba), Adilson de Paula Almeida Aguiar, trabalhou, pela primeira vez em 2019, no projeto de produção de leite da Família Soave. O trabalho foi conduzido nas Fazendas Santa Vitória, localizada no município de Uberlândia, e Três Meninas, localizada no município de Monte Alegre de Minas.

O professor Adilson Aguiar acompanha este projeto desde 2012 e é responsável pela orientação geral desde o seu início, mesmo antes da compra da propriedade. “Neste projeto a raça selecionada para a produção de leite é a raça Jersey com a finalidade de produzir leite com altos teores de sólidos por vaca e por hectare. O sistema adotado é o de produção de leite em pastagens intensivas sem irrigar (para a fase de recria e vacas secas) e irrigadas por pivô central (para vacas em lactação e vacas secas) suplementando o rebanho apenas com suplementos concentrados”, comenta Aguiar.

Em 2018, os indicadores médios foram os seguintes: 4.32% de gordura, 3,66% de proteína, 13.5% de sólidos totais, 206 mil de CCS, 5,9 mil de CBT e NUL de 13 mg/dL, 6.362 e 6.230 litros de leite, produzidos e vendidos diariamente, respectivamente; 12,2 litros de leite produzidos/vaca/dia, vacas pesando em média 364 kg de peso corporal; produtividade de leite por funcionário de 1.888 litros de leite/dia e modelo de gestão (Planner do MDA Gestão de Explorações Leiteiras, da Clínica do Leite da ESALQ/USP, de Piracicaba).

No dia 27/03/2019 a produção diária estava em 6.758 litros de leite com produtividade média por vaca de 12 litros/dia, vacas pesando em média 362 kg. Apesar de ser um projeto relativamente recente, pois a primeira ordenha foi feita no dia 17/11/2015, a produção de leite diária foi de 676 litros. O crescimento neste indicador em 3 anos foi de 9,4 vezes ou 940% (base novembro de 2018).

O professor Adilson e seus parceiros orientaram a aquisição de propriedades, a implantação das instalações, benfeitorias e edificações, a escolha do sistema de produção, a raça e as espécies forrageiras. Além da atividade leiteira, os Soave investem nas atividades de produção de carnes de frango e suíno em sistema de integração, as quais estão também integradas com o sistema de produção de leite que usa o dejeto liquido de suínos e o esterco de aves.

Nesta visita o professor Adilson esteve acompanhado pelo colega o zootecnista Lucas Castro Silva, proprietário da Lancer Consultoria, e egresso do curso de Zootecnia da Fazu.

Deixe uma resposta