fbpx

Notícias

Professor da Fazu orienta projeto de produção de carne de qualidade de animais Wagyu e cruzados Wangus

//
Comentário0
/

O agro não para! O professor Adilson Aguiar também não parou! Em meio a tempos desafiadores devido à covid-19, com alterações na economia e na rotina dos cidadãos, que precisam ficar em casa, a produção agropecuária se torna ainda mais essencial para garantir o abastecimento de alimentos em todo o mundo. Sabendo que seu trabalho é fundamental para o desenvolvimento da pecuária, o professor Adilson Aguiar respeitando todas orientações dos órgãos de saúde, seguiu o trabalho de consultorias.

Nos dias 14 e 15 de maio de 2020, o professor da Fazu (Faculdades Associadas de Uberaba), Adilson de Paula Almeida Aguiar, trabalhou no estado de São Paulo, no município de Mogi Guaçu, na Fazenda Paineiras, da Frec Agropecuária. O objetivo da visita foi para executar a terceira etapa do programa de consultoria que a CONSUPEC oferece para seus clientes, que é a etapa de acompanhamento da execução do planejado. Foi o segundo trabalho desta etapa em 2020. O primeiro foi no dia 07 de fevereiro de 2020.

No dia 09 de novembro de 2019, o professor Adilson Aguiar realizou a primeira etapa do programa, que é a etapa de inventário de recursos quando foram levantados dados e informações do clima, dos solos, da infraestrutura da propriedade, do rebanho, das pastagens, dos insumos, dos recursos financeiros, dos integrantes da equipe de trabalhadores, da logística, do mercado local; as dúvidas, objetivos e metas do proprietário.

Já no dia 20 de dezembro de 2019, o professor Adilson realizou a segunda etapa do programa, que é a etapa de apresentação de diagnóstico da situação atual e da situação potencial de um projeto, além de um planejamento para que os objetivos e as metas sejam alcançados no curto, médio e longo prazo.

Até o professor Adilson apresentar o diagnóstico, a atividade desenvolvida na Fazenda Paineiras era de ciclo completo para a produção de carne de qualidade de animais Wagyu e cruzados Wangus.

“A partir da apresentação do diagnóstico decidiu-se por dar início a um projeto de recria e engorda, ainda com foco em produção de carne de qualidade para um mercado gourmet, mas não produzindo os próprios animais e sim repondo no mercado”, comenta Aguiar.

Por ocasião da apresentação do diagnóstico, o professor Adilson propôs um planejamento para que os objetivos e metas sejam alcançados e propôs um programa de acompanhamento. Neste projeto, o professor Adilson está orientando todo o manejo da pastagem, supervisionando o programa de suplementação animal em pasto, dando suporte nos critérios de compra de animais para reposição.

“Para a safra 2020/2021 está planejado recriar em 626 ha de pastagens intensivas no período chuvoso 3.000 animais e terminá-los em confinamento. No médio/longo prazo a meta é alcançar um rebanho de 6.000 animais na mesma área”, afirma o professor.

Deixe uma resposta