fbpx

Notícias

Professor da Fazu orienta projeto da Fazenda Sertão, do Grupo CS

//
Comentário0
/

O professor da Fazu (Faculdades Associadas de Uberaba), Adilson de Paula Almeida Aguiar, e o seu colega Lucas Castro Silva, zootecnista egresso da Fazu, dono da Lancer Consultoria, trabalharam entre os dias 15 e 18 de maio nos estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, em fazendas de pecuária de corte.

Nos dias 16 e 17 de maio o prof. Adilson Aguiar fez seu primeiro trabalho de 2019 nas Fazendas Colina e Sertão, propriedades do Núcleo de Pecuária de Corte do Grupo da marca CS, que tem sua sede na cidade de Três Lagoas, estado do Mato Grosso do Sul. A marca CS pertence ao criador e pecuarista Senhor Claudio Garcia de Souza, conhecido carinhosamente pelos amigos por Claudio Totó. O senhor Claudio Garcia seleciona a raça Nelore há 58 anos e a raça Guzerá há mais de duas décadas.

Os rebanhos das raças Nelore e Guzerá, da marca CS, são registrados na Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ) e participam dos programas de melhoramento genético da ABCZ, o PMGZ, e da EMBRAPA, o GENEPLUS.

Dois dos filhos do Senhor Claudio Garcia são egressos do curso de Zootecnia da Fazu, os Zootecnistas Leda Garcia de Souza e Marco Garcia de Souza, que junto com o engenheiro agrônomo Fernando Garcia de Souza, egresso da Universidade Federal de Viçosa já assumiram praticamente todo o negócio de pecuária da marca CS.

“A Fazenda Sertão faz parte do Núcleo de Pecuária de Corte do Grupo CS, que é gerenciado pelo Zootecnista Marco Garcia. Esta fazenda desenvolve a atividade da fase de cria e os bezerros desmamados cruzados e nelores são enviados para a recria e engorda em outras fazendas de pecuária de corte do Grupo, que também são gerenciadas pelo Marco, as Fazendas Colina e Matão”, comenta o professor.

A Fazenda Sertão tem uma área total de 3.676 ha, sendo destes 2.670 ha úteis explorados com eucalipto (163 ha) e 2.506 ha com pastagens para a pecuária de corte, com um rebanho médio anual de 2.600 cabeças e produção de 1.200 bezerros por ano desmamados com 220 kg (machos) e 200 kg (fêmeas).

O objetivo principal deste trabalho foi avaliar os resultados dos programas de controle de cigarrinhas e de plantas infestantes; da renovação de pastagens; do manejo do pastejo, etc, no período chuvoso 2018/2019, e planejar a safra 2019/2020.

Neste projeto o professor Adilson orienta as áreas técnica (manejo de pastagens, suplementação do rebanho) e econômica (análise de resultado econômico, cálculo de índices).

Deixe uma resposta