Fazu News

Saiba o que acontece na Fazu

Manejo de pragas e doenças contribuem para o aumento na produção alimentos

//
Postado por
/
Comentário0
/

Estudos mostram que as pragas causam perdas na agricultura brasileira de até R$ 55 bilhões ao ano, com impacto e redução na produção agrícola mundial de 30% a 40%

A proteção de plantas, que inclui o controle de doenças, pragas e plantas invasoras, é realizada com o objetivo de reduzir os danos causados por esses problemas fitossanitários às culturas, que são estimados em, aproximadamente, 30% da produção agrícola.

Os métodos utilizados para a proteção de plantas podem ser classificados como métodos genéticos, físicos, químicos, culturais e biológicos; nas últimas décadas, os químicos assumiram uma posição de destaque.

A sustentabilidade agrícola implica necessariamente na resolução dos problemas relacionados com o controle de doenças, pragas e plantas invasoras. Para isso, profissionais técnicos e capacitados são necessários na cadeia produtiva do agronegócio.

A Fazu (Faculdades Associadas de Uberaba) oferta o Curso de Pós-graduação em Proteção de Plantas. Com duração de 1 ano, aulas ao vivo e apenas um encontro presencial ao final do curso. Os conteúdos são alinhados às técnicas, tecnologias e tendências da atualidade. O investimento para realizar o curso é de 12 parcelas de R$ 299,00. As aulas terão início no dia 25 de fevereiro.

O Curso de Pós-graduação em Proteção de Plantas é coordenado Dr. Luan Odorizzi dos Santos, que é doutor e mestre em Agronomia (Entomologia Agrícola) pela Universidade Estadual Paulista (Unesp), com período de cotutela do doutorado na Université d’Avignon et des Pays de Vaucluse (França). Biólogo pela Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP).

As aulas contemplam as seguintes temáticas aplicadas a área de proteção de plantas: manejo integrado de insetos pragas, doenças em plantas, plantas daninhas, fitoácaros, fitonematoides, tecnologia da aplicação de defensivos agrícolas, biotecnologia aplicada à proteção de plantas, resistência de plantas à doenças e pragas, toxicologia e impactos ambientais dos agrotóxicos, estatística aplicada à proteção de plantas e legislação fitossanitária.

Deixe uma resposta