fbpx

Notícias

Fazu sediará o 1º Encontro Nacional de Produtores de Pitaya

//
Comentário0
/
Categorias

A Fazu possui uma área onde está instalado um projeto piloto de plantio de Pitaya que será utilizada como demonstração no evento.

Com o objetivo de incentivar a produção e a comercialização de frutos e derivados da planta, com qualidade e resultados lucrativos na cadeia produtiva da pitaya, a Fazu (Faculdades Associadas de Uberaba) sediará o 1º Encontro Nacional de Produtores de Pitaya, que acontecerá nos dias 16 e 17 de março. O evento é promovido pelo Grupo de Produtores de Pitaya, idealizado pelo produtor Sebastião Almeida, e pelo Sindicato Rural de Uberaba. O valor da inscrição é de R$ 30,00 e a inscrição é feita pelo site pitayadobrasil.com.br.

Também conhecida como fruta-dragão por causa da sua aparência, a Pitaya está ganhando popularidade no Brasil. A pitaya ou pitaia é um fruto de espécie variada de cactos epífitos que é conhecido, principalmente nos Estados Unidos, como ‘fruta dragão’ por conta do seu exterior escamado. Nativa da América Central e do México, a fruta pitaya vem sendo cultivada em Israel, na China e aqui no Brasil (mais comum na região Nordeste). Por só ser cultivada a noite, ela está no grupo de “flor da noite”.

A pitaya fruta tem um sabor muito doce e saboroso e vem sendo utilizada na fabricação de vinhos, sucos, chás (com as suas folhas) e principalmente doces. O sorvete da Pitaya, por exemplo, além de ter um sabor atraente, ajuda no emagrecimento e regula o funcionamento do intestino.

O primeiro dia de evento acontecerá no sábado (16/03), na sede do Sindicato Rural de Uberaba, na Rua Manoel Brandão, 160, bairro Mercês. Já o segundo dia de evento será realizado no domingo (17/03), na Fazenda Escola da Fazu, na Avenida do Tutuna, 720, bairro Tutunas. A Fazu possui uma área onde está instalado um projeto piloto de plantio de Pitaya que será utilizada como demonstração no evento.

Programação Oficial

1º Dia (16/03) | Palestras no SRU

08:00 Horas = Abertura Oficial

Execução do Hino Nacional pela maestrina Mirza Maria Cury Diniz

9h = Palestra

Cultivo de Pitayas e sua Viabilidade Econômica

Palestrante: Eng. agr. MsC Dejalmo Nolasco Prestes, Consultor de Pitayas do Brasil/ Agrofrutas. Pesquisador, Doutorando no PPGCTA no Departamento de Ciências e Tecnologia de Alimentos, FAEM – UFPEL – Universidade Federal de Pelotas.

10h = Coffee Break

10h15 = Palestra

Produção de Pitayas na Região Oeste de São Paulo

Palestrante: Eng. Ag. Dr Nobuyoshi Narita Pesquisador Científico na APTA = Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios.

11h = Palestra

Importância de Nutrientes Especiais na Agricultura

Palestrante: Eng. Químico MsC Fabricio Porto, com atividade em desenvolvimento de produtos Nutrientes para agricultura.

14h = Palestra

Novas Variedades, Viabilidade produtiva e Atributos para o Mercado.

Palestrante: Prof Eng Civil MsC Antônio Dal Moro, Colecionador e produtor de Pitayas.

15h = Palestra

Considerações Sobre Avaliação de Nutrientes em Pitayas

Palestrante: Eng. Agr .MsC Décio Shigihara, Suporte Técnico e Desenvolvimento de Mercado da SATIS.

16h = Coffee Break

16h15 = Palestra

Danos Causados pela Bipolaris cactivora nos cladódios e Frutos da Pitayas

Palestrante: Leila Aparecida Salles Pio, Agrônoma, c/ mestrado e doutorado em Fitotecnia. É professora Adjunto de Fruticultura Tropical na Universidade Federal de Lavras.

 

2º Dia – 17/03 | Dia de Campo na Fazu

Com Eng. agr. MsC Dejalmo Nolasco Prestes, Consultor de Pitayas do Brasil/ Agrofrutas. Pesquisador, Doutorando no PPGCTA no Departamento de Ciências e Tecnologia de Alimentos, FAEM – UFPEL – Universidade Federal de Pelotas.

Com Prof. Márcia Alessandra Brito de Aviz – Graduação em Eng. Agronômica, Especialização em Educação, Mestre em Ciência Animal e Doutorado em Ciências Agrárias, professora Adjunta I da UFRA e Coordenadora do Projeto PITAYA TA.

10h Palestra

Avaliação Sensorial de novas variedades e Híbridos de Pitayas.

Ministrado por: Bolivar Bitencourt Trindade – Administrador de empresas, MBA em engenharia de produção, produtor e colecionador de pitayas.

– Grupos de debate sobre manejo.

Deixe uma resposta