fbpx

Notícias

Fazu reúne empresários, profissionais e pesquisadores ligados ao setor sucroenergético

//
Comentário0
/
Categorias

Durante o Encontro Regional do Setor Sucroenergético, a Fazu lançou o Grupo Técnico de Cana-de-Açúcar

A Fazu (Faculdades Associadas de Uberaba) promoveu na tarde de ontem, 27 de novembro, no Salão Nobre da ABCZ, o Encontro Regional do Setor Sucroenergético. Com as presenças dos renomados Mário Campos e Marcos Fava Neves, o evento contou com a presença de autoridades políticas de Uberaba e região. Organizado especialmente para o setor Sucroenergético, o evento contou com o lançamento do Grupo Técnico de Cana-de-açúcar da Fazu (GTCana).

Com a participação de autoridades políticas, o Encontro Regional do Setor Sucroenergético recebeu o prefeito de Uberaba, Paulo Piau, o Secretário de Agronegócio de Uberaba, Luiz Carlos Fernandes Saad, e representando a ABCZ, o gerente comercial João Gilberto Bento. O diretor acadêmico da Fazu, Carlos Henrique Cavallari Machado, iniciou o momento de agradecimentos, seguido pelo coordenador do curso de Agronomia e integrante do GTCana, Diego Fraga, que apresentou o Grupo aos visitantes.

Seguindo a programação do evento, os participantes assistiram a palestra do presidente da Associação das Indústrias Sucroenergéticas de Minas Gerais (Siamig), Mário Campos, que abordou sobre as perspectivas do setor sucroenergético de Minas Gerais. “Nós estamos recuperando o setor após uma crise, que culminou no fechamento de mais de 80 usinas no Brasil, sendo onze só em Minas Gerais. Agora, com novas regras, economia de mercado, produtores engajados, taxas de juros baixas, a perspectiva é muito boa, de muito crescimento e de consolidação do setor”, afirma Campos.

O Dr. Agro, o Prof. Dr. Marcos Fava Neves, palestrante muito aguardado para o evento, abordou com os participantes pontos do futuro do setor sucroenergético.  “Ficar mais competitivo no mercado crescente deve ajudar o setor a ter margens melhores e os investimentos voltarem, ajudados também com coisas positivas, como o programa RenovaBio, que visa premiar o sequestro de carbono, e a cana é craque nisso”, comenta Fava Neves.

O presidente do Sindicato Rural de Campo Florido, Carlos Márcio Guapo, destacou a importância do evento e o apoio da faculdade com os produtores. “É muito importante a faculdade se juntar aos produtores para melhorar todo o sistema de produção. A Fazu deu um grande passo, com toda humildade de chegar e se propor a ajudar os produtores. Isso é muito positivo”.

Egresso da Fazu, o engenheiro agrônomo Jose Carlos de Souza Neto, trabalha como consultor agrícola na empresa Cana Consult, empresa focada no manejo e aumento de produtividade dos canaviais, ressaltou a importância da Fazu lançar o GTCana. “O setor sucroenergetico vem ganhando bastante força, sendo referência nacional. A iniciativa da Fazu em desenvolver o GTCana vem para aprimorar mais e ajudar a gente desenvolver novas tecnologias e soluções. Até então, precisávamos buscar muita informação fora, em universidades do estado de São Paulo, mas agora com o GTCana na região vamos poder melhorar cada vez mais, principalmente a nossa produção”.

Por fim, o engenheiro agrônomo, professor da Fazu e coordenador agrícola da CanaCampo, Rodrigo Piau, que é integrante do GTCana, conta os próximos passos do grupo. “O Encontro Regional do Setor Sucroenergético foi o nosso primeiro evento oficial, de lançamento do grupo. Eu fiquei muito feliz em ver em nosso evento os principais produtores, gestores de grandes usinas e empresas do setor participando do evento. Agora, vamos reunir novamente e começarmos a trabalhar no futuro Centro Experimental, dentro da Fazu”, finaliza.

Clique aqui e confira todas fotos.

Deixe uma resposta