fbpx

Notícias

Fazu inicia ano letivo com grandes inovações acadêmicas e melhorias no campus

//
Comentário0
/
Categorias
A Fazu (Faculdades Associadas de Uberaba), em parceria com a Fundagri (Fundação Educacional para o Desenvolvimento das Ciências Agrárias), sua mantenedora, trouxe ao primeiro semestre de 2016 grandes novidades na área acadêmica e estrutura física.
De acordo com o diretor acadêmico da Fazu, Carlos Henrique Cavallari, 2015 foi o ano de análises, onde foram coletadas todas as informações necessárias para a reestruturação na faculdade. “A Fazu, em parceria com Esalq/USP (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz) e do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), trabalhou muito no início do projeto de reestruturação, pois a Fazu é internacionalmente reconhecida pela formação de técnicos altamente competentes nas áreas de Ciências Agrárias e o objetivo é fortalecer essa imagem”, explica Carlos Henrique.
Também foram feitos vários reparos, em parceria com a Fundagri, no campus da Fazu para a recepção dos acadêmicos e calouros. “Pensando na segurança e comodidade dos alunos, vamos aumentar o estacionamento, com cerca de 60 vagas a mais; uma pessoa ficará responsável pelo o local, mantendo a segurança e organização dos veículos”, afirma o gerente administrativo, Luís Nelson.
A Fundagri, como mantenedora da Fazu, apoia a faculdade nessa nova fase. “A reestruturação acadêmica é essencial para consolidar a Fazu em uma referência internacional. Nós temos a certeza de que nessa tarefa vamos ter sucesso, ajudados não só pelos nossos professores, colaboradores administrativos, mas sobre tudo pelos nossos alunos, que devem estar altura da Fazu que estamos construindo”, ressalta o presidente da Fundagri, Dr. Edson Luiz Fernandes.
Segundo informa Carlos Henrique, os acadêmicos podem esperar um ano excelente. “Todo o trabalho de análise de 2015 foi pensando na execução dos projetos em 2016, isso para que possamos ter uma área acadêmica moderna em consonância com o mercado, uma visão prática dos processos, onde as tomadas de decisões serão ágeis e eficientes. Sejam todos bem vindos à nova Fazu”, destaca Carlos Henrique Cavallari.

Deixe uma resposta