fbpx

Notícias

Fazu cria Projeto Integrador com foco em aulas práticas

//
Comentário0
/

A Fazu (Faculdades Associadas de Uberaba) deu início na última semana ao programa de Atividades Práticas Orientadas (APO), inserida no componente curricular “Projeto Integrador”. Na ocasião, a professora Dra. Fabiana Garcia orientou os acadêmicos.

“A Equinocultura da Fazenda Escola da Fazu foi apresentada aos alunos do 1° período do curso de Zootecnia. No setor, os alunos passaram a conhecer como tudo funciona, a vivência no setor”, conta a professora responsável pela condução do projeto e também tutora dos alunos nas atividades do Projeto Integrador, Dra. Fabiana Garcia.

Nesta primeira atividade, além do reconhecimento das áreas integrantes do setor de Equinocultura, eles receberam informações iniciais referentes ao setor de Equinos: “as pelagens e caracterizações raciais; a identificação e tipos de manutenção de cercas, cochos e bebedouros; cuidados com a alimentação dos animais, com destaque para as pastagens e tipos de suplementos minerais”, explica a professora Fabiana.

Sobre o Projeto Integrador
Com o objetivo de melhor explorar um dos mais fortes recursos acadêmicos da Fazu, a Fazenda Escola anexa ao Campus, bem como motivar os alunos por meio de atividades de vivência no campo, integrantes do Núcleo de Apoio a Gestão Acadêmica (Naga) desenvolveram o programa “Atividade Prática Orientada (APO)”, inserindo-o nos cursos oferecidos pela Instituição como um componente curricular, o Projeto Integrador.

Assim, desde o 1º período, os acadêmicos terão contato com os diferentes setores agropecuários da Fazenda Escola.
Durante o semestre, as disciplinas Biologia, Química, Matemática, Ecologia, Introdução a Zootecnia e Metodologia Científica irão trabalhar as informações coletadas pelos alunos, relacionando a importância dos respectivos conteúdos básicos às aplicações práticas na profissão.

“Vivenciar problemas, compreender a importância dos métodos de trabalho e das informações a serem colhidas no exercício das atividades práticas orientadas, certamente será um diferencial aos alunos da Fazu, motivando-os desde o início do curso a compreenderem que a formação das habilidades e competências profissionais depende do conhecimento multidisciplinar adquirido por meio de ações inter e transdisciplinares”, explica o professor Alexandre Bizinoto.

Deixe uma resposta