fbpx

Notícias

Evento de Integração Epamig-Fazu debate sobre a popularização do conhecimento Agroecológico

//
Comentário0
/
Categorias

A Fazu (Faculdades Associadas de Uberaba) recebeu ontem (25) e hoje (26), autoridades políticas, produtores rurais e alunos para o Seminário de Integração Epamig-Fazu. O evento é promovido pela Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG), Fazu, Prefeitura de Uberaba e Horvagra. O evento aconteceu no Anfiteatro da Biblioteca Dora Sivieri, no campus da Fazu. O seminário tem atividades do projeto de popularização do conhecimento técnico, científico e tradicional de práticas agroecológicas.

Ontem (25), a programação contou com a palestra “Biodiversidade e identificação de plantas medicinais”, com a Andréia Fonseca Silva, da Epamig, e palestra sobre “Riscos do uso indiscriminado de agrotóxicos à saúde do homem”, com a Wânia dos Santos Neves, da Epamig Sudeste. A programação de hoje (26), recebeu a palestra “Agrobiodiversidade para o manejo de pragas”, com a Madelaine Venzon, da Epamig Sudeste. “Na primeira parte da palestra, apresentei as bases das interações que ocorrem no campo, entre os insetos e as plantas, e na segunda etapa abordei sobre as técnicas que podemos utilizar para manejar pragas sem o uso de agrotóxicos”, comenta a pesquisadora.

Os estudos sobre tecnologias para sistemas orgânicos de produção ou em transição agroecológica possibilitam benefícios ambientais, sociais e econômicos. Outros importantes assuntos foram abordados assuntos como a “Adubação orgânica e produção de mudas de qualidade”, com a Maria Aparecida Nogueira, da Epamig Sudeste, “Como agregar valor à hortaliças” e “Manejo agroecológico de doenças de plantas”, com Wânia dos Santos Neves, da Epamig Sudeste.

“A agroecologia é extremamente importante e precisamos disseminar este conceito, que é a produção livre de agrotóxicos e é isso que a população pede, uma produção orgânica, uma alimentação saudável. O Seminário Integração Epamig-Fazu acontece no momento certo, pois a comunidade precisa de conhecimento sobre a agroecologia. A Prefeitura de Uberaba atualmente possui programas voltados para esta área, como o Plantando e Colhendo Saúde, que é a ocupação de áreas públicas, em acordo com a prefeitura, e de áreas privadas, em acordo com os proprietários, para produção de hortaliças com intuito de doar para instituições assistenciais”, destaca o vice-prefeito, João Gilberto Ripposati.

A Fazu, por meio do setor de Pesquisa, Extensão e Inovação, busca apresentar temas inovadores e relevantes para os produtores rurais. “Agradeço a todos palestrantes, visitantes, autoridades, colaboradores e alunos pela participação. A Integração Epamig-Fazu veio mostrar à importância de abordar temas sobre como a agricultura orgânica, e a Epamig, com todos estudos realizados, apoia o desenvolvimento rural sustentável e o aumento da produtividade aliados à conservação da biodiversidade e dos recursos naturais”, agradece o coordenador do setor de Pesquisa, Extensão e Inovação, Luan Odorizzi.

Deixe uma resposta