Single Blog Title

This is a single blog caption

Egresso e professora da Fazu publicam artigo na revista PubVet

//
Postado por
/
Comentário0
/
Categorias

Com o tema “Citronela, Neen e Noni no controle de Riphicephalus (Boophilus) microplus in vitro”, o egresso de Zootecnia Alan Brudniewski e a professora Amanda Pifano Neto Quintal publicaram artigo na revista PubVet. O artigo foi fruto de um projeto de parceria entre a Fazu e a Uniube, que resultou no Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) do ex-aluno Alan. Atualmente, o zootecnista atua na área da aquicultura, na produção de tilapia e polvo. Clique aqui e leia o artigo completo.

Resumo O tratamento químico do carrapato vem sendo amplamente utilizado, porém de forma indiscriminada, levando ao aumento da ocorrência de resistência aos fármacos sintéticos por parte desse parasita. Na tentativa de controle do Ripicephalus (Boophilus) microplus, o presente trabalho objetivou avaliar a eficácia de tratamentos fitoterápicos como alternativas medicamentosas empregadas em seu controle. Para a realização do experimento, foram coletadas 500 teleógenas de uma fazenda sem tratamento farmacológico durante 60 dias e posteriormente foram submetidas ao teste de biocarrapaticidograma a fim de se avaliar a eficiência reprodutiva e eficácia medicamentosa de cada tratamento. Posteriormente, foi realizado o teste de imersão de larvas, avaliando-se o efeito larvicida dos tratamentos. Para os tratamentos foram usados (1) extrato hidroalcoólico de citronela, (2) óleo emulsionável comercial de neen, (3) extrato hidroalcoólico de noni, (4) produto comercial cipermetrina e (5) água. O extrato hidroalcoólico de citronela destacou-se frente aos demais tratamentos fitoterápicos com 50% de eficiência e a cipermetrina foi 100% eficaz no controle do R. (B.) microplus in vitro (Anova P > 0,05). Este cenário foi semelhante ao protocolo larval (Anova P > 0,05). Destaca-se a importância de alternância de princípios ativos, o que se pode incluir o uso de fitoterápicos, como o extrato hidroalcoólico de citronela, de forma preventiva; somados a aplicação da cipermetrina em pontos estratégicos em animais altamente infestados. Este manejo pode ser útil no controle do carrapato bovino, destacando ainda a importância de uso de extrato de citronela em criações orgânicas.

Deixe uma resposta