fbpx

Notícias

Desafio Satis Work&Play promove premiação na Fazu

//
Comentário0
/
Categorias,

A Fazu (Faculdades Associadas de Uberaba) recebeu na última segunda-feira (05), um evento organizado pela equipe do Desafio Satis Work&Play. Com buffet e música ao vivo, o evento premiou os acadêmicos do curso de Agronomia da Fazu, Deividy Gabriel da Silva Pereira e Bruna Carolina de Melo Silveira, que conquistaram os 1º e 2º lugares, respectivamente, do 1º Desafio Satis Work&Play. Os estudantes desenvolveram projetos de alta viabilidade de execução e com a finalidade de gerar alta produtividade ao produtor. Além de receberem medalhas, o aluno Deividy levou para casa um Iphone X, e a aluna Bruna um Ipad.

A premiação contou com a presença do presidente da Satis, José do Nascimento Ribeiro, do diretor acadêmico da Fazu, Carlos Henrique Cavallari Machado, do coordenador da Agronomia, Diego Felisbino Fraga, e outros representantes das instituições. A Fazu parabeniza os alunos participantes e incentiva sempre a participação dos acadêmicos nos eventos promovidos pelas empresas parceiras. A faculdade também parabeniza a Satis pela iniciativa e agradece todos envolvidos no Desafio Work&Play Satis.

O acadêmico do 6º período da Agronomia, Deividy Gabriel da Silva Pereira, conquistou o 1º lugar do Desafio Work&Play Satis, com o projeto intitulado “Adubação foliar aplicando boro, cálcio e silício na prática de corrigir anomalias como necrose interna na placenta e a podridão apical no fruto do tomate”, sob orientação do professor Saulo Strazeio Cardoso.

Já a acadêmica do 9º período do curso de Agronomia, Bruna Carolina de Melo Silveira, conquistou o 2º lugar do Desafio Work&Play Satis, com o projeto que visa induzir a resistência nas doenças: estria vermelha (Acidorovax avenae) e podridão vermelha (Colletotrichum falcatum) nas plantas de cana-de-açúcar através do uso de micronutrientes, no caso: silício (Si), cobre (Cu) e boro (B).

Desafio Work&Play Satis – Em sua primeira edição, o concurso estimula acadêmicos a desenvolverem projetos de manejo nutricional de plantas através de fontes orgânicas, minerais ou organominerais com o objetivo de fornecer uma nutrição saudável às plantas e com o menor risco ao meio ambiente. Criada pela empresa Satis de Araxá/MG, a ação foi dirigida a acadêmicos do sexto ao nono semestre dos cursos de Agronomia e Engenharia Agronômica Fazu, do Instituto Federal de Bambuí e UniAraxá.

Deixe uma resposta