fbpx

Notícias

Coordenadora da Zootecnia Fazu visita Colômbia e desenvolve atividades institucionais

//
Comentário0
/

A coordenadora do curso de Zootecnia da Fazu (Faculdades Associadas de Uberaba), Dra. Lívia Carolina Magalhães Silva, esteve na Colômbia, do dia 28 de maio a 3 de junho, desenvolvendo diversas atividades institucionais e levando conhecimento sobre bem-estar animal.

Nos dias 28 e 29 de maio, a professora esteve a convite da Universidad CES (Medellín, Colômbia) ministrando aulas de pós-graduação para o curso de mestrado em Saúde e Produção de Bovinos. A disciplina oferecida foi de Aplicações de Técnicas de Bem-estar Animal em Sistemas Produtivos de Leite. “A disciplina foi concluída com um pequeno debate, no qual os alunos tiveram a oportunidade de exercitar o pensamento crítico sobre as condições de manejo e de manutenção dos animais em propriedades leiteiras”, comenta Lívia.

Já na tarde do dia 29 de maio, Lívia se reuniu com o diretor da Universidad CES, Jhon Didier Ruiz, e com o coordenador de pós-graduação, Santiago Henao, para tratar sobre convênio com a Fazu para intercâmbio de alunos e professores e estágios para os alunos. O acordo será firmado e os planos para 2020 é receber uma comitiva da Colômbia para conhecer os projetos Fazu, que estarão em andamento, e para participar da ExpoZebu e da Agrishow.

Nos dias 30 e 31 de maio, a especialista em Bem-estar Animal, Lívia Magalhães, esteve presente no 9º Congresso Internacional de La Industria Láctea – Rentabilidad y Sostenible, promovido pela Asoleche. A sua palestra foi sobre “Bienestar Animal y Sostenibilidad: conceptos que promueven la produción lechera en la finca” para produtores de leite da Colômbia e de demais países latino-americanos. “Um momento muito especial, pois foi um dos primeiros encontros que o tema de bem-estar animal fez parte da programação oficial do evento”, comenta Lívia.

Já nos dias 1, 2 a 3 de junho, a professor Lívia participou de uma Farm Tour em fazendas produtoras de leite da região de Cundinamarca, onde foi possível trocar experiências sobre técnicas de produção de leite e os benefícios da adoção das boas práticas de manejo.

Deixe uma resposta