fbpx

Notícias

Com pesquisa sobre adubação foliar para corrigir anomalias no fruto do tomate, aluno da Fazu conquista 1º lugar em concurso da Satis

//
Comentário0
/
Categorias,

O aluno do 6º período do curso de Agronomia da Fazu (Faculdades Associadas de Uberaba), Deividy Gabriel da Silva Pereira, conquistou o 1º lugar no Desafio Satis Work&Play. Além de contribuir com uma pesquisa de alta viabilidade de execução e com a possibilidade de gerar alta produtividade ao produtor, Deividy ganhou um iPhone X pela primeira colocação no concurso da Satis. O Desafio Work&Play Satis premiará Deividy em um evento a ser realizado no próximo mês, no campus da Fazu.

De acordo com Deividy, o trabalho foi conduzido com o objetivo de avaliar a eficiência da aplicação combinando cálcio, boro e silício, via foliar, visando eliminar a ocorrência da podridão apical e a necrose na placenta do tomate. O trabalho contou com a orientação do professor Saulo Strazeio Cardoso. “Sempre gostei de desafios e ao assistir a palestra da Satis não pensei duas vezes em criar algo para o desafio. Eu estou muito feliz com a premiação, mas mais feliz ainda de saber que empresas como a Satis está presente em nossa instituição para apoiar a evolução pessoal e profissional de nós, acadêmicos”, destaca.

Deividy Gabriel, de 22 anos, é natural de Ituverava (SP) e veio para Uberaba (MG) estudar na Fazu. “Eu ingressei na instituição sendo bolsista do curso de Zootecnia, porém sempre fui apaixonado pela Agronomia, e quando descobri que poderia me transferir, eu não pensei duas vezes. Sem dúvidas o agronegócio é o protagonista do nosso país, somos abençoados pelos recursos naturais que temos e vejo que o agro só tem a evoluir. Quero ser um profissional digno ao agronegócio, reconhecido pela qualidade e compromisso”, comenta Deividy.

Desafio Work&Play Satis
Em sua primeira edição, o concurso estimula acadêmicos a desenvolverem projetos de manejo nutricional de plantas através de fontes orgânicas, minerais ou organominerais com o objetivo de fornecer uma nutrição saudável às plantas e com o menor risco ao meio ambiente. Criada pela empresa Satis de Araxá/MG, a ação foi dirigida a acadêmicos do sexto ao nono semestre dos cursos de Agronomia e Engenharia Agronômica Fazu, do Instituto Federal de Bambuí e UniAraxá.

Deixe uma resposta