Notícias

Agromulher lança a segunda edição do Congresso Agrodigital

//
Comentário0
/

 

A Rede Digital Agromulher, considerada a maior comunidade de mulheres do agro, lança a segunda edição do Congresso Agrodigital, o maior Congresso Digital do Agronegócio brasileiro, com mais de 30 palestras sobre GESTÃO, CARREIRA, TECNOLOGIA, MARKETING E MERCADOS, transmitido entre os dias 11 a 17 de outubro em plataforma exclusiva para assinantes.

Profissionais, executivos, gestores, produtores rurais, influências digitais, empresas, agtechs, irão compor o público do Congresso Agrodigital.

Para participar do evento digital basta se inscrever no site www.congressoagrodigital.com.br. Ao se inscrever no Congresso Agrodigital 2020, o participante também terá acesso ao Congresso Agrodigital que aconteceu em 2018, são 42 palestras de bônus com muito conteúdo e convidados de peso.

Segundo o Confederação Nacional da Agricultura (CNA), o agronegócio brasileiro é responsável por grande parte da economia do país, representando cerca de 21% do Produto Interno Bruto (PIB) e por metade das exportações durante o ano de 2017. É também um campo repleto de oportunidades de negócios, investimentos, desenvolvimento e geração de empregos.

Somando a estes dados de mercados, pesquisas revelam que os HÁBITOS DOS PROFISSIONAIS E PRODUTORES RURAIS estão mudando numa velocidade tão rápida quanto as inovações relacionadas ao agronegócio. Esse público tem se posicionado com uma presença cada vez mais forte no mundo digital, principalmente nos últimos 4 anos, e o que mais tem contribuído para essa revolução digital é o uso cada vez mais frequente da internet, que ocorreu graças à ampliação desse recurso no campo (Agribase, 2017).

E pensando em aproveitar o momento de intensas transformações digitais, tecnológicas e culturais, a Agromulher promove mais uma edição de um renomado evento digital com o propósito para oferecer capacitação e networking através de conteúdos de extrema importância para quem faz parte do segmento agro e também para aqueles que querem conhecer um dos mercados que mais cresce no Brasil.

Deixe uma resposta