fbpx

Notícias

Acadêmicos da Zootecnia exploram os solos correspondentes às formações geológicas regionais

//
Comentário0
/
Categorias,

Os alunos do 3º período do curso de Zootecnia da Fazu (Faculdades Associadas de Uberaba) percorreram, na última semana, um trecho da paisagem regional no Parque Tecnológico de Uberaba, a fim de conhecer as formações geológicas que afloram no município, podendo estabelecer uma relação entre o relevo, o material de origem e o tipo de solo formado nessas condições.

Segundo o professor Ricardo Moreira de Mendonça, no trajeto foi possível visualizar duas formações: a primeira delas denominada Serra Geral, cuja litologia é o basalto, originando solos vermelho-escuros, ricos em magnetita (mineral rico em ferro), cuja constatação foi realizada no campo devido à sua cota (cerca de 700 m de altitude) e a forte atração magnética exercida pelo imã. Nas cotas mais altas (780 m), verificou-se a ocorrência de solos derivados do arenito, na formação geológica denominada Uberaba, com relevo mais suave e solos de textura média, com menores teores de ferro que o da formação anterior.

“Também foi possível estabelecer uma relação entre solo/paisagem e ocupação da terra. Nas áreas às margens do rio Uberaba, os solos apresentam melhor fertilidade natural, mas boa parte estão nas APPs (áreas de preservação permanente), não sendo exploradas para agropecuária. Nos relevos mais planos, as áreas são geralmente exploradas com culturas anuais (milho e soja) ou cana-de-açúcar. Nos relevos mais movimentados predominam as pastagens”, comenta o professor.

Deixe uma resposta