Notícias

9ª Prova de Pré-seleção de Touros para o Teste de Progênie da ABCGIL e Embrapa acontece na Fazu

//
Comentário0
/
Categorias, ,

A Fazu (Faculdades Associadas de Uberaba) recebeu em novembro de 2017 touros da raça Gir Leiteiro candidatos ao 33º Grupo de Touros do Teste de Progênie. A prova de pré-seleção avalia as características fenotípicas e de fertilidades dos touros inscritos. A 9ª Prova de Pré-seleção de Touros para o Teste de Progênie é promovido pela Associação Brasileira dos Criadores de Gir Leiteiro (ABCGIL)/Embrapa Gado de Leite. O resultado será divulgado na Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ) durante a 84ª ExpoZebu, que acontece entre o dia 28 de abril a 6 de maio, no Parque Fernando Costa, em Uberaba/MG.

O processo de seleção começa na propriedade onde os criadores fazem suas indicações conforme capacidade produtiva da mãe e do pai do animal, além dos requisitos exigidos para participação na prova. O Pré-teste realizado na Fazenda Escola da Fazu visa potencializar ganhos genéticos positivos como precocidade e temperamento, além de reduzir as probabilidades de erros de seleção decorrentes de características hereditárias e pouco desejadas aos rebanhos, como a subfertilidade e detalhes fenotípicos indesejáveis.

O diretor acadêmico da Fazu, Carlos Henrique Cavallari Machado, ressalta a importância da faculdade sediar essa etapa do Teste de Progênie. “A Fazu está disposta a colaborar com o melhoramento genético da pecuária leiteira brasileira. Neste projeto, o ganho acadêmico é enorme, pois nossos alunos têm a oportunidade de conviver com grandes profissionais, professores e pesquisadores de diversas áreas e instituições, todos estamos envolvidos neste importante e sério programa de melhoramento genético animal”, ressalta.

A Prova de Pré-seleção para o Teste de Progênie, agora integrante do Programa Nacional de Melhoramento do Gir Leiteiro (PNMGL), iniciado em 1985 pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) Gado de Leite, é promovida pela Fazu desde seu início em 2009. Os principais apoiadores da prova nesta edição são: ABCZ e as empresas parceiras, Bio – Biotecnologia Reprodução Animal e Start Química.

Parte dos professores da Fazu fazem parte do quadro de profissionais que desenvolvem o Pré-teste. O professor, superintendente técnico da ABCGIL e responsável pela Prova, André Rabelo Fernandes, realiza a avaliação fenotípica das características morfológicas, que visa classificar os animais de acordo com as características que são ligadas a longevidade e funcionalidade.

O professor e supervisor acadêmico da Fazu, Alexandre Lúcio Bizinoto, é responsável pela avaliação do temperamento bovino, que identifica os tourinhos com índices de reatividade baixos, favorecendo o manejo dos bovinos, processo muito importante principalmente para a pecuária leiteira, onde a interação homem animal é diária e intensa.

“A Prova é de grande importância no cenário da zebuinocultura leiteira com repercussão nacional e internacional dos resultados. A Fazu como faculdade referência em pecuária zebuína tem toda estrutura para sediar esta Prova, com a expertise de seu corpo docente e formação dos seus alunos para este nicho do mercado”, ressalta o professor André Rabelo.

Deixe uma resposta