FAZU em Revista, n. 04 (2007)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

O NEOLOGISMO COMO RECURSO PRODUTIVO E CRIATIVO NOS TEXTOS PUBLICITÁRIOS

M. F. L. NAKAO, I. B. A KAPPEL

Resumo


A presente pesquisa se propôs ao estudo dos neologismos como recurso produtivo e criativo nos textos publicitários, entendendo a formação de palavras como um processo importante e constante na língua. O universo pesquisado envolveu anúncios publicitários veiculados em revistas de circulação nacional. O objetivo desta pesquisa foi o de verificar a importância que os processos de formação de palavras têm sobre os textos em que predomina a função conativa da linguagem. É uma pesquisa de natureza qualitativa, utilizando-se da análise textual como ferramenta para verificar a reflexão e a criticidade propostas pelos neologismos e pelos processos de formação de palavras mais utilizados; e quantitativa, quando fazemos um levantamento de quais processos de formação de palavras são predominantes nos textos publicitários analisados. Apresentaremos um estudo da estrutura das palavras, para elencar os processos formadores de vocábulos na língua portuguesa visando a encontrar aqueles que são mais produtivos em função do contexto nos quais eles aparecem, tentando elucidar qual a importância dos mesmos para a persuasão do consumidor. A partir de tudo isso, percebeu-se que o nome do produto e os processos que envolvem a formação do mesmo, associado à imagem das propagandas e do texto, revelaram características essenciais dos produtos que levam o leitor a ter interesse pelo produto e sentir a necessidade de consumi-lo.


Texto Completo: PDF


Faculdades Associadas de Uberaba